Solus Christus (Somente Cristo)

Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos.
Atos 4:12

Reafirmamos que nossa salvação é realizada unicamente pela obra mediatória do Cristo histórico. Sua vida sem pecado e sua expiação por si só são suficientes para nossa justificação e reconciliação com o Pai.

Negamos que o evangelho esteja sendo pregado se a obra substitutiva de Cristo não estiver sendo declarada e a fé em Cristo e sua obra não estiver sendo invocada.

As tradições da igreja medieval inferiam que a obra de Cristo, sozinha, não era suficiente para a salvação. Como resultado, eram apresentados centenas de mediadores, a começar de Maria, dos demais santos e da autoridade do papa, que conciliariam o contato entre leigos e Deus.

Todavia, os reformadores salientaram o papel de Jesus como sumo sacerdote, que intercede em favor da humanidade perante o Pai, conforme os textos de Hebreus e II Timóteo:
“Mas, visto que vive para sempre, Jesus tem um sacerdócio permanente. Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, se aproximam de Deus, pois vive sempre para interceder por eles.” Hebreus 7:24-25
“Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus, o qual se entregou a si mesmo como resgate por todos.” 1 Timóteo 2:5-6

Dizer somente Cristo, é afirmar que somente Ele pode nos salvar, que Ele é o único intercessor diante do Pai e o único mediador. É acreditar em seu nascimento virginal, na sua morte e ressurreição.

Quem é Cristo?
Já falamos que é somente Cristo, mas, qual o significado desse termo? Cristo é uma palavra grega que significa ungido, é o termo similar a Messias na língua hebraica. Então, tanto Cristo, na língua grega, quanto Messias, na língua hebraica, têm o mesmo significado, o ungido de Deus.

Cristo é o Filho do Deus vivo conforme diz Pedro:
Chegando Jesus à região de Cesareia de Filipe, perguntou aos seus discípulos: Quem os outros dizem que o Filho do homem é? Eles responderam: Alguns dizem que é João Batista; outros, Elias; e, ainda outros, Jeremias ou um dos profetas. E vocês? Perguntou ele. Quem vocês dizem que eu sou? Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
Mateus 16:13-16

Cristo é o Deus que se tornou servo conforme diz Paulo:
Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte, e morte de cruz!
Filipenses 2:5-8

Cristo é o que morreu e ressurgiu para nos salvar dos pecados:
Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras.
1 Coríntios 15:3-4

Cristo é o que nos liberta do pecado e da morte:
Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus , porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.
Romanos 8:1-2

Cristo é aquele que estava com o Pai participando de toda a criação:
No princípio era aquele que é a Palavra . Ele estava com Deus e era Deus. Ele estava com Deus no princípio. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito. Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens. Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade.
João 1:1-4,14

Conclusão:
Poderíamos ficar aqui o dia todo citando todos os atributos de Cristo e aquilo que Ele fez por nós. Mas, o importante lembrar hoje é, que Ele é o nosso único mediador e intercessor, é o nosso sacrifício perfeito, o nosso sumo sacerdote que passou por todas as tentações humanas sem pecar. Ele é o Rei, o Cristo, o Messias, o Ungido, a Estrela da Manhã, o Princípio e o Fim, o Leão de Tribo de Judá, o nosso Redentor e muito mais do que qualquer atributo, Ele é o nosso Deus, Senhor e Salvador e sem Ele jamais poderíamos alcançarmos a salvação.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126