O pecado da inveja

Depois dessa conversa de Davi com Saul, surgiu tão grande amizade entre Jônatas e Davi que Jônatas tornou-se o seu melhor amigo. Daquele dia em diante, Saul manteve Davi consigo e não o deixou voltar à casa de seu pai. E Jônatas fez um acordo de amizade com Davi, pois se tornara o seu melhor amigo. Jônatas tirou o manto que estava vestindo e o deu a Davi, com sua túnica, e até sua espada, seu arco e seu cinturão. Tudo o que Saul lhe ordenava fazer, Davi fazia com tanta habilidade que Saul lhe deu um posto elevado no exército. Isso agradou a todo o povo, bem como aos conselheiros de Saul. Quando os soldados voltavam para casa, depois que Davi matou o filisteu, as mulheres saíram de todas as cidades de Israel ao encontro do rei Saul com cânticos e danças, com tamborins, com músicas alegres e instrumentos de três cordas. As mulheres dançavam e cantavam: Saul matou milhares; Davi, dezenas de milhares. Saul ficou muito irritado com esse refrão e, aborrecido, disse: Atribuíram a Davi dezenas de milhares, mas a mim apenas milhares. O que mais lhe falta senão o reino? Daí em diante Saul olhava com inveja para Davi.
1 Samuel 18:1-9

Neste texto, vemos como a inveja consegue destruir sonhos, planos, projetos e a vida de uma pessoa. No texto vemos que Davi foi alvo da inveja do rei Saul. Saul não tinha motivos para ter inveja de Davi, sendo que Davi era fiel em tudo, ele era obediente em tudo que o rei mandava. Mas, Saul estava cego, na verdade muitas vezes a inveja cega o coração das pessoas. Nos torna irracional. Saul ficou até com inveja das guerras vencidas por Davi, sendo que as guerras vencidas por ele, estava expandindo o território de Israel e beneficiava o próprio rei Saul.

Assim como nos tempos da monarquia de Israel, a inveja é algo muito real em nossos dias e um assunto muito tratado na Bíblia. Saul amava Davi até ver que Davi estava se tornando melhor do que ele. Muitas vezes queremos ver a pessoa feliz, queremos ver ela bem, mas não melhor do que nós. Esse foi o problema do rei Saul, não conseguia pensar que Davi estava tornando-se mais popular do que ele, e este é o problema de muitas pessoas em nossos dias.

A inveja é algo muito grave, pois ela abre brecha para Satanás agir em nossas vidas. Na Palavra de Deus, vemos várias passagens que nos exorta a tomarmos cuidados com a inveja, a não sermos invejosos e os malefícios de tal sentimento.

1 – A inveja apodrece os ossos: “O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos.” Provérbios 14:30
Esse apodrecimento que Salomão fala pode ser tanto algo físico como algo emocional e espiritual. Muitos destroem sua vida devido a esse pecado tão terrível.

2 – A inveja faz o coração do homem ficar impuro: “E continuou: O que sai do homem é que o torna impuro. Pois do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez. Todos esses males vêm de dentro e tornam o homem impuro.” Marcos 7:20-23
Em diversas partes da Bíblia é citado a inveja como um dos piores pecados, não porque existe tamanhos de pecados, mas devido as consequências dele serem terríveis.

3 – A inveja mostra falta de sabedoria: “Quem é sábio e tem entendimento entre vocês? Que o demonstre por seu bom procedimento, mediante obras praticadas com a humildade que provém da sabedoria. Contudo, se vocês abrigam no coração inveja amarga e ambição egoísta, não se gloriem disso nem neguem a verdade. Esse tipo de sabedoria não vem dos céus, mas é terrena; não é espiritual, mas é demoníaca. Pois onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males. Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera. O fruto da justiça semeia-se em paz para os pacificadores.” Tiago 3:13-18
Um dos maiores exemplos de falta de sabedoria é a inveja. Vemos no texto de Samuel que o crescimento de Davi seria o crescimento de Israel e consequentemente o crescimento do seu rei. Mas, o rei Saul não preocupou-se com isso, ele apenas não poderia aceitar um soldado do seu exército ser mais famoso do que ele.

Precisamos pedir ajuda ao Espírito Santo para ficarmos livres de qualquer sentimento invejoso, pois a inveja não é fruto do Espírito Santo, é um sentimento carnal conforme o apóstolo fala lá em Gálatas 5:16-26.

E por fim, precisamos nos lembrar do texto que o próprio Paulo escreveu em 1Coríntios 13:4, que ele seja a maior verdade em nossa vida e que o amor verdadeiro nos livre de qualquer sentimento invejoso: “O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.” 1 Coríntios 13:4

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126