Bem-aventurados os misericordiosos

Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia.
Mateus 5:7

As quatros primeiras bem-aventuranças tratam sobre a nossa relação com Deus, já essa quinta bem-aventurança irá tratar sobre a nossa relação com as pessoas. Misericórdia no dicionário significa sentimento de dor e solidariedade com relação a alguém que sofre uma tragédia pessoal ou que caiu em desgraça; dó, compaixão, piedade. Será que é essa misericórdia que Jesus está dizendo? Para iniciarmos, iremos falar sobre o que NÃO significa essa bem-aventurança:

– Não é apenas ter piedade – Um dos significados de misericórdia para o mundo é ter piedade, dar esmolas, muitas vezes por uma tradição ou um costume e não por amor. Não é isso que Jesus quis dizer, na verdade tudo que fizermos sem amor e só por tradição é inválido no Reino de Deus. Não existem valores para aquilo que fazemos como se fosse uma obrigação, devemos dar com alegria sempre. Existem algumas religiões que eles exercem essa tal misericórdia para serem salvos, mas a salvação cristã não tem nada a ver com os nosso méritos e nem com o que fazemos.

Agora que vimos o que não é essa bem-aventurança, iremos falar sobre o seu significado segundo a Bíblia:

Misericórdia é lançar o coração na miséria do outro e estar pronto em qualquer tempo para aliviar a sua dor. O termo original para misericórdia é ‘chesed’, que é a capacidade de entrar em outra pessoa até que praticamente podemos ver com os seus olhos, pensar com sua mente e sentir com o seu coração.

É mais do que sentir piedade por alguém, Jesus exemplifica isso no texto de Mateus: “Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram. Então os justos lhe responderão: Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar? O Rei responderá: Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram.”
Mateus 25:35-40

Ter misericórdia é isso que Jesus disse, aliviar a dor do próximo, não importando qual seja ela. E sentir a dor do próximo como se fosse a nossa própria dor. Quando tivermos esse pensamento, nunca mais iremos passar direto ao ver alguém sofrendo ao nosso lado. E somente teremos esse pensamento quando experimentamos da graça e misericórdia de Deus, sem o novo nascimento jamais conseguiremos ter esse sentimento.

Razões para sermos misericordiosos:

– Porque a prática das boas obras é o fim para o qual fomos criados – Não somos salvos pelas boas obras, mas todo aquele que é salvo prática as boas obras. Uma das evidências da salvação são as obras que realizamos e por isso devemos ser misericordiosos.

– Porque podemos dar somente aquilo que já recebemos – Se nós recebemos misericórdia de Deus, devemos praticá-la para outras pessoas. Se não temos a misericórdia de Deus em nossas vidas é sinal de que não o conhecemos ou que estamos longe dEle.

As recompensas prometidas aos misericordiosos:

Eles receberão de Deus o que deram aos outros, ou seja, a misericórdia.
Quero trazer novamente a versão da Bíblia A Mensagem sobre esse texto que diz: “Abençoados são vocês, que se preocupam com o bem-estar dos outros. Na hora em que precisarem de ajuda, também receberão cuidado.”

Foi isso que Jesus disse quando nos ensinou a buscarmos em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua justiça, é preocupar com os outros que são criaturas de Deus e deixar que as demais coisas nos serão acrescentadas.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz
Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.
Artigos: 56