O que significa Hamartiologia?

A palavra hamartiologia vem de dois termos gregos: hamartia que pode significar impureza, erro, desvio, ou pecado e a palavra logia que pode significar estudo, lógica ou raciocínio. Por isso na teologia sistemática a matéria que aborda o ensino bíblico sobre o pecado é chamada de hamartiologia.

Nesse sentido, a hamartiologia é a disciplina que apresenta um estudo sistemático a respeito do pecado em todos os seus aspectos conforme exposto na Escritura.

É essencial que o homem compreenda o que é o pecado e quais as suas implicações na história da criação, para que então possa compreender a grandeza da salvação providenciada pela obra redentora de Cristo. Se o homem não entende o que é o pecado, logo não entenderá a importância de ser salvo.

Na hamartiologia conseguimos entender vários aspectos do pecado, por exemplo:

1- O conceito do pecado – Pecado é tudo aquilo que transgride a Lei de Deus sendo contrário ao Seu caráter.
“Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei.” 1 João 3:4

2- A origem do pecado – Algumas pessoas pensam que a origem do pecado foi no Éden, quando Adão e Eva pecaram, mas a Bíblia diz que antes da queda do homem já existia o pecado, inclusive os anjos caíram nessa cilada.
“Pois Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os lançou no inferno , prendendo-os em abismos tenebrosos a fim de serem reservados para o juízo.” 2 Pedro 2:4

3- O pecado original – O pecado original significa que todos os seres humanos possuem uma condição pecaminosa, que quando Adão caiu em pecado contra Deus, todos os seres humanos caíram com eles, tornando-se igualmente culpados. O homem não é pecador porque peca, mas peca porque é pecador.
“Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.” Romanos 3:23
“Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram.” Romanos 5:12

4- As consequências do pecado – O pecado causa a separação de Deus. Como Deus é Santo, Ele não pode ficar diante de um pecador. Somente quando nos santificamos podemos estar em sua Presença.
“Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Romanos 6:23

Se somos novas criaturas, não devemos mais viver no pecado conforme diz o apóstolo João: “Todo aquele que nele permanece não está no pecado. Todo aquele que está no pecado não o viu nem o conheceu.” 1 João 3:6

Na verdade, se somos novas criaturas, morremos para o pecado e estamos vivos para fazer a vontade de Deus: “Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus.” Romanos 6:11

Não somos guiados pela nossa carne e nem pelo nosso pecado, devemos ser guiados por Deus e para Deus, para fazer a Sua vontade e honrarmos o Seu Nome.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126