O que significa antropopatia?

Antropopatia é um termo utilizado várias vezes na teologia. Esse termo vem do grego e significa “anthropo” (homem) e “pathos”, (afeto, paixão), ou seja, antropopatia é a atribuição de sentimentos humanos a Deus.

Esse termo é bastante utilizado na teologia, primeiro porque não conseguimos entender ou saber os sentimentos de Deus, como somos criados à sua imagem, logo comparamos os nossos sentimentos aos dEle. Segundo, porque nós somos seres limitados criados por um Deus ilimitado, e muitas vezes nosso raciocínio não consegue acompanhar os de Deus e queremos tentar entendê-lo da mesma forma que entendemos outros seres humanos. E terceiro, tentamos enquadrar ou decifrar Deus e os seus sentimentos. Mas, Deus tem sentimentos humanos? Quais exemplos de antropopatia temos na Bíblia e seus verdadeiros significados? Neste artigo queremos falar mais sobre algumas passagens bíblicas que são utilizadas esse termo:

1° – Deus arrependeu-se de ter criado a humanidade? – “O Senhor viu que a perversidade do homem tinha aumentado na terra e que toda a inclinação dos pensamentos do seu coração era sempre e somente para o mal. Então o Senhor arrependeu-se de ter feito o homem sobre a terra, e isso cortou-lhe o coração.”
Gênesis 6:5-6
Deus não se arrependeu porque Números 23:19 diz que Deus não é homem para arrepender-se. Deus apenas teve um sentimento de tristeza ao ver a corrupção da humanidade.

2° – Deus se cansou? – “No sétimo dia Deus já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou. Abençoou Deus o sétimo dia e o santificou, porque nele descansou de toda a obra que realizara na criação.”
Gênesis 2:2-3
O texto acima fala que Deus descansou, se Ele descansou, quer dizer que se cansou? Errado! Deus não se cansa, Ele governa todo o universo, se algum dia Ele cansar e quiser descansar, todo o universo vira um caos. Jesus inclusive disse que o seu pai nunca parou de trabalhar (João 5:17).

3° – Deus é vingativo? – “A mim pertence a vingança e a retribuição. No devido tempo os pés deles escorregarão; o dia da sua desgraça está chegando e o seu próprio destino se apressa sobre eles.”
Deuteronômio 32:35
Não, um dos atributos de Deus é amor e, por isso, não existe nada nele que pode sugerir vingança. Ele é apenas justo e retribui as pessoas segundo a sua justiça.

4° – Deus tem ciúmes? – “Ou vocês acham que é sem razão que a Escritura diz que o Espírito que ele fez habitar em nós tem fortes ciúmes?”
Tiago 4:5
Deus não é ciumento como os seres humanos são e nem muito menos possessivo. Ele apenas tem um zelo pelos seus filhos, zelo que é difícil de entender por que é diferente de qualquer sentimento humano.

Poderíamos citar aqui vários versículos bíblicos que nos trazem essa conotação de antropopatia. Esses foram citados para que possamos entender que os sentimentos humanos são completamente diferentes dos sentimentos de Deus, e muitas vezes tentamos transferir os nossos sentimentos para Ele para tentar explicar Aquele que é inexplicável. Precisamos entender somente que não se pode colocar Deus dentro de uma caixa, Ele é eterno e nós somos mortais. Ele é imutável e nós mutáveis. Ele é Soberano e nós nada somos. Ele é ilimitado e nós limitados. Ele não tem início, nem meio e nem fim, já nós temos todas essas limitações. Precisamos entender a nossa pequenez diante da grandeza e soberania de Deus e que qualquer sentimento que colocarmos em Deus é muito inferior e muito incorreto ao que verdadeiramente acontece.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126