Não dê desculpas para o seu chamado

Ao ouvir isso, um dos que estavam à mesa com Jesus, disse-lhe: Feliz será aquele que comer no banquete do Reino de Deus. Jesus respondeu: Certo homem estava preparando um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora de começar, enviou seu servo para dizer aos que haviam sido convidados: Venham, pois tudo já está pronto. Mas eles começaram, um por um, a apresentar desculpas. O primeiro disse: Acabei de comprar uma propriedade e preciso ir vê-la. Por favor, desculpe-me. Outro disse: Acabei de comprar cinco juntas de bois e estou indo experimentá-las. Por favor, desculpe-me. Ainda outro disse: Acabo de me casar, por isso não posso ir.
Lucas 14:15-20

Deus sempre terá planos e promessas a nosso respeito, mas, assim como no texto acima, muitas pessoas poderão apresentar desculpas para não cumprir os seus planos. Algumas desculpas aos olhos naturais podem até serem válidas, como no caso do homem que precisa cuidar da sua propriedade nova, ou do que comprou uma nova junta de bois, ou até mesmo aquele que acabou de casar-se. Mas, aos olhos de Deus, essas desculpas são apenas desobediência a uma ordem divina. Precisamos entender que primeiramente as nossas desculpas ferem ao princípio da obediência. Se Deus nos chamou, Ele irá nos ajudar em qualquer situação ou dificuldade que iremos enfrentar. Temos vários exemplos na Bíblia de pessoas que foram chamadas por Deus e tentaram conseguir desculpas para não realizar os seus planos, e que esses exemplos sirvam para nós, para dizermos SIM aos propósitos de Deus:

1 – Moisés quando foi chamado por Deus para tirar os israelitas do Egito
Deus disse: “Vá, pois, agora; eu o envio ao faraó para tirar do Egito o meu povo, os israelitas.” (Êxodo 3:10);
Moisés respondeu: “Disse, porém, Moisés ao Senhor: Ó Senhor! Nunca tive facilidade para falar, nem no passado nem agora que falaste a teu servo. Não consigo falar bem!” (Êxodo 4:10)
Deus reafirmou: “Disse-lhe o Senhor: Quem deu boca ao homem? Quem o fez surdo ou mudo? Quem lhe concede vista ou o torna cego? Não sou eu, o Senhor? Agora, pois, vá; eu estarei com você, ensinando-lhe o que dizer.” (Êxodo 4:11-12)

Quando Deus chamou Moisés, ele até tentou dizer que não falava bem, que tinha dificuldades para falar, mas Deus reafirmou, que quem deu boca ao homem lhe concederia o poder de falar. Hoje, muitas pessoas fornecem a mesma desculpa de Moisés, dizem que não são aptos para falar do Reino de Deus, mas o mesmo Deus que deu autoridade e poder para Moisés falar também lhe dará se você foi chamado por Ele.

2 – Gideão quando foi chamado por Deus para libertar os israelitas dos midianitas
Deus disse: “Então o Anjo do Senhor apareceu a Gideão e lhe disse: “O Senhor está com você, poderoso guerreiro.” (Juízes 6:12)
Gideão respondeu: “Ah, Senhor, Gideão respondeu, se o Senhor está conosco, por que aconteceu tudo isso? Onde estão todas as suas maravilhas que os nossos pais nos contam quando dizem: Não foi o Senhor que nos tirou do Egito? Mas agora o Senhor nos abandonou e nos entregou nas mãos de Midiã.” (Juízes 6:13)
Deus reafirmou: “O Senhor se voltou para ele e disse: Com a força que você tem, vá libertar Israel das mãos de Midiã. Não sou eu quem o está enviando?” (Juízes 6:14)
Novamente Gideão questiona: “Ah, Senhor, respondeu Gideão, como posso libertar Israel? Meu clã é o menos importante de Manassés, e eu sou o menor da minha família.” (Juízes 6:15)
Deus novamente reafirma: “Eu estarei com você, respondeu o Senhor, e você derrotará todos os midianitas como se fossem um só homem.” (Juízes 6:16)

Quando Deus chama Gideão para ser o libertador de Israel, ele não apenas inventa desculpas, mas pergunta porque Deus deixou que tudo ocorresse. Uma espécie de crítica que ele faz para Deus. Ele questiona, se Deus está com ele, porque tanta coisa ruim estava acontecendo. Ao invés de olhar para Deus e ver a mudança que Ele queria fazer na nação, ele olha para a situação e questiona por que a mudança não ocorreu antes. Novamente Deus o chama para ser o libertador e ele novamente fornece desculpas de como ele é o menor da família e a sua família o menos importante de toda tribo. Hoje também, existem muitos Gideões por aí, quer que a mudança ocorra na nação, mas não quer dizer “Eis-me aqui”. Quer que a situação mude, mas que outro comece a mudança. Se Deus nos levantou com uma insatisfação quanto a alguma situação, isto nos mostra, que a mudança deverá ocorrer por nós primeiramente. Se queremos uma igreja avivada, o avivamento tem que iniciar em nós. Se queremos uma nação santa, essa santidade deve iniciar primeiro em nós. A mudança primeiro deve vir em nós, para que outras pessoas sejam alcançadas por ela.

3 – Jeremias quando foi chamado por Deus para ser profeta as nações
Deus disse: “A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: Antes de formá-lo no ventre eu o escolhi; antes de você nascer, eu o separei e o designei profeta às nações.” (Jeremias 1:4-5)
Jeremias respondeu: “Mas eu disse: Ah, Soberano Senhor! Eu não sei falar, pois ainda sou muito jovem.” (Jeremias 1:6)
Deus reafirmou: “O Senhor, porém, me disse: Não diga que é muito jovem. A todos a quem eu o enviar, você irá e dirá tudo o que eu ordenar a você. Não tenha medo deles, pois eu estou com você para protegê-lo, diz o Senhor.” (Jeremias 1:7-8)

Quando Deus chamou Jeremias para ser um profeta as nações ele disse que era muito jovem e que por isso não saberia falar. Deus mostra a Jeremias que ser jovem não seria problema, mas que ele iria ser enviado e falar tudo aquilo que Ele ordenasse. Quantas pessoas hoje colocam como desculpas a sua juventude para não estar no chamado de Deus. Juventude não é nenhum problema para Deus, o problema é querer gastar a nossa juventude às nossas próprias cobiças. O melhor momento que podemos oferecer à Deus é a nossa juventude. Quando temos todo o vigor de um jovem.

Conclusão
Existe um caminho maravilhoso que foi aberto por Jesus, onde o homem pode ter íntima comunhão com Deus. Quando isso acontece, através do novo nascimento, as bênçãos do Reino de Deus estão disponíveis para todo aquele que crê. No entanto, muitos perdem estas bênçãos por causa de desculpas que fornecem a Deus, aos outros e a si mesmo. São pessoas presas no passado, incapazes de viver o presente e correndo atrás de um futuro que nunca chega. Elas querem fazer algo em suas vidas, mas por causa das desculpas ficam paradas e não conseguem dar o próximo passo. De hoje em diante não dê mais desculpas! O Senhor ordenou que você faça algo? Vá e faça!

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126