Igreja de Tiatira

Ao anjo da igreja em Tiatira, escreva: Estas são as palavras do Filho de Deus, cujos olhos são como chama de fogo e os pés como bronze reluzente. Conheço as suas obras, o seu amor, a sua fé, o seu serviço e a sua perseverança, e sei que você está fazendo mais agora do que no princípio. No entanto, contra você tenho isto: você tolera Jezabel, aquela mulher que se diz profetisa. Com os seus ensinos, ela induz os meus servos à imoralidade sexual e a comerem alimentos sacrificados aos ídolos. Dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua imoralidade sexual, mas ela não quer se arrepender. Por isso, vou fazê-la adoecer e trarei grande sofrimento aos que cometem adultério com ela, a não ser que se arrependam das obras que ela pratica. Matarei os filhos dessa mulher. Então, todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e retribuirei a cada um de vocês de acordo com as suas obras. Aos demais que estão em Tiatira, a vocês que não seguem a doutrina dela e não aprenderam, como eles dizem, os profundos segredos de Satanás, digo: Não porei outra carga sobre vocês; tão somente apeguem-se com firmeza ao que vocês têm, até que eu venha. Àquele que vencer e fizer a minha vontade até o fim darei autoridade sobre as nações. Ele as governará com cetro de ferro e as despedaçará como a um vaso de barro. Eu lhe darei a mesma autoridade que recebi de meu Pai. Também lhe darei a estrela da manhã. Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.
Apocalipse 2:18-29

A igreja de Tiatira era em parte boa, e em parte má aos olhos de Deus. Tinha aqueles cristãos que cresciam em zelo pela Palavra, mas ao mesmo tempo, outros que toleravam os ensinos de Jezabel. Vamos aprender agora um pouco mais do contexto histórico da cidade.

Contexto histórico da época

A mais extensa carta é dirigida à menos importante das setes cidades. Tiatira não era nenhum centro político e religioso, sua importância era comercial. A cidade era sede de vários grêmios importantes de comércio (lã, couro, linho, bronze, tintureiros, alfaiates, vendedores de púrpura). Era quase impossível ser comerciante em Tiatira sem fazer parte desses grêmios. Não participar deles era uma espécie de suicídio comercial. Cada grêmio tinha sua divindade. Nessas reuniões, havia banquetes com comida sacrificada aos ídolos e que acabavam depois em festas cheias de licenciosidade. Os cristãos comerciantes tinha duas alternativas, se filiarem a esses grêmios e serem obrigados a participarem desses banquetes pagãos, ou não se filiarem e não ter sucesso comercial. Dessa forma, o problema de Tiatira não era a perseguição, o perigo já estava dentro da igreja quando muitos alimentavam-se do paganismo.

Jesus apresenta-se a sua igreja

“Ao anjo da igreja em Tiatira, escreva: “Estas são as palavras do Filho de Deus, cujos olhos são como chama de fogo e os pés como bronze reluzente.” Apocalipse 2:18

Jesus apresenta-se como o que tem olhos como chama de fogo devido as muitas práticas vis que estavam sendo toleradas secretamente dentro da igreja. Ele é o que vê tudo, conhece tudo e sonda a todos. Nada fica oculto aos seus olhos. Ele se apresenta também como o que tem os pés como bronze reluzente para simbolizar que não existia nenhuma mistura ou impureza na sua vida, afinal um bronze só fica brilhante dessa forma quando não há nenhum tipo de impureza em sua superfície. Para a igreja que comia com os santos e com os pagãos, Jesus fala que Ele conhece todas as coisas, sabe de tudo e nEle não há resquícios de impureza.

Jesus elogia a sua igreja

“Conheço as suas obras, o seu amor, a sua fé, o seu serviço e a sua perseverança, e sei que você está fazendo mais agora do que no princípio.” Apocalipse 2:19

Tiatira demonstrou o amor que faltava em Éfeso, preservou a fé que estava em perigo em Pérgamo e compartilhava com Esmirna a virtude da paciência na tribulação. Era uma igreja que fazia muito mais do que no princípio, era uma igreja em desenvolvimento e crescimento. Existia uma esperança para aquela igreja.

Jesus repreende a sua igreja pela tolerância ao pecado

“No entanto, contra você tenho isto: você tolera Jezabel, aquela mulher que se diz profetisa. Com os seus ensinos, ela induz os meus servos à imoralidade sexual e a comerem alimentos sacrificados aos ídolos. Dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua imoralidade sexual, mas ela não quer se arrepender. Por isso, vou fazê-la adoecer e trarei grande sofrimento aos que cometem adultério com ela, a não ser que se arrependam das obras que ela pratica. Matarei os filhos dessa mulher. Então, todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e retribuirei a cada um de vocês de acordo com as suas obras.” Apocalipse 2:20-23

Jezabel aqui não é aquela mulher do Antigo Testamento, que era esposa do rei Acabe, essa já tinha morrido há muitos anos atrás. Mas, aquilo que ela representava lá nos tempos da Monarquia de Israel, estava sendo repetido agora, ou seja, pessoas com o mesmo pensamento e intenção dela. Estava sendo ensinado na igreja que a maneira de vencer o pecado era conhecer as coisas profundas de Satanás. Era ensinado, que os crentes não podiam cometer suicídio comercial, antes, deviam participar dos banquetes dos grêmios e comer carnes sacrificadas aos ídolos, bem como das festas imorais. Afirmava que os crentes deviam defender seus interesses materiais a todo custo. O ensino dessa falsa profetisa, era que não há mérito em vencer um pecado sem antes experimentá-lo. O argumento é que, para vencer Satanás, é preciso conhecê-lo, e que o pecado jamais será vencido a menos que você tenha conhecido tudo por meio da experiência.

Para essa mulher, os cristãos verdadeiros poderiam dar o exemplo de Cristo, que não precisou experimentar do pecado para que pudesse vencê-lo. Muitas experiências negativas nem sempre irá trazer um amadurecimento espiritual.

Jesus encoraja os fiéis a perseverar em fidelidade

“Dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua imoralidade sexual, mas ela não quer se arrepender. Aos demais que estão em Tiatira, a vocês que não seguem a doutrina dela e não aprenderam, como eles dizem, os profundos segredos de Satanás, digo: Não porei outra carga sobre vocês; tão somente apeguem-se com firmeza ao que vocês têm, até que eu venha.” Apocalipse 2:21,24-25

Na igreja de Tiatira, existia três tipos de crente: os fiéis, os tolerantes ao pecado e os que estavam na prática do pecado. Jesus está encorajando o primeiro grupo a perseverar e manter-se fiel, já que os dois últimos grupos tiveram tempo de arrepender-se, mas sem sucesso. O texto também nos mostra que é possível manter-se puro na conduta mesmo quando os outros se corrompem.

A promessa de Jesus ao vencedor

“Àquele que vencer e fizer a minha vontade até o fim darei autoridade sobre as nações. Ele as governará com cetro de ferro e as despedaçará como a um vaso de barro. Eu lhe darei a mesma autoridade que recebi de meu Pai. Também lhe darei a estrela da manhã. Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Apocalipse 2:26-29

A autoridade sobre as nações é uma referência à 1 Coríntios 6:2, quando fala que iremos julgar o mundo. Já o versículo 27 refere-se ao texto de Salmos 2:8-9. A referência sobre a Estrela da manhã, aponta para Jesus, da mesma forma que os textos de Números 24:17 e Daniel 12:3. Ou seja, o vencedor estará governando a terra junto com Jesus quando Ele vier buscar à sua igreja.

Conclusão

Através da igreja de Tiatira, conseguimos entender que não podemos brincar de ser cristão, não podemos ser crente e continuar participando daquilo que é imoral e impuro. Como cristãos devemos nos posicionar e nos afastar de tudo aquilo que não é do agrado de Deus. Não podemos agradar a Deus e agradar a cultura corrompida do mundo. Ou somos amigos de Deus ou amigos do mundo, não podemos ser os dois. Precisamos fazer uma escolha, há dois caminhos, ou duas portas, a larga e a estreita. Não tem como nos dividirmos, precisamos escolher se queremos a porta de caminhos fáceis e final terrível, ou a de caminhos difíceis com final prazeroso.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126