Salmo do dia 22

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Clamo a Deus por socorro; clamo a Deus que me escute.
Quando estou angustiado, busco o Senhor; de noite estendo as mãos sem cessar; a minha alma está inconsolável!
Lembro-me de ti, ó Deus, e suspiro; começo a meditar, e o meu espírito desfalece. Pausa
Não me permites fechar os olhos; tão inquieto estou que não consigo falar.
Fico a pensar nos dias que se foram, nos anos há muito passados;
de noite recordo minhas canções. O meu coração medita, e o meu espírito pergunta:
“Irá o Senhor rejeitar-nos para sempre? Jamais tornará a mostrar-nos o seu favor?
Desapareceu para sempre o seu amor? Acabou-se a sua promessa?
Esqueceu-se Deus de ser misericordioso? Em sua ira refreou sua compaixão? ” Pausa
Então pensei: a razão da minha dor é que a mão direita do Altíssimo não age mais.
Recordarei os feitos do Senhor; recordarei os teus antigos milagres.
Meditarei em todas as tuas obras e considerarei todos os teus feitos.
Teus caminhos, ó Deus, são santos. Que deus é tão grande como o nosso Deus?
Tu és o Deus que realiza milagres; mostras o teu poder entre os povos.
Com o teu braço forte resgataste o teu povo, os descendentes de Jacó e de José. Pausa
As águas te viram, ó Deus, as águas te viram e se contorceram; até os abismos estremeceram.
As nuvens despejaram chuvas, ressoou nos céus o trovão; as tuas flechas reluziam em todas as direções.
No redemoinho, estrondou o teu trovão, os teus relâmpagos iluminaram o mundo; a terra tremeu e sacudiu-se.
A tua vereda passou pelo mar, o teu caminho pelas águas poderosas, e ninguém viu as tuas pegadas.
Guiaste o teu povo como a um rebanho pela mão de Moisés e de Arão.
Salmos 77:1-20

Salmo do dia 20

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Damos-te graças, ó Deus, damos graças, pois perto está o teu nome; todos falam dos teus feitos maravilhosos.
Tu dizes: “Eu determino o tempo em que julgarei com justiça.
Quando treme a terra com todos os seus habitantes, sou eu que mantenho firmes as suas colunas. Pausa
Aos arrogantes digo: ‘Parem de vangloriar-se! ’ E aos ímpios: ‘Não se rebelem!
Não se rebelem contra os céus; não falem com insolência’ “.
Não é do Oriente nem do Ocidente nem do deserto que vem a exaltação.
É Deus quem julga: Humilha a um, a outro exalta.
Na mão do Senhor está um cálice cheio de vinho espumante e misturado; ele o derrama, e todos os ímpios da terra o bebem até a última gota.
Quanto a mim, para sempre anunciarei essas coisas; cantarei louvores ao Deus de Jacó.
Destruirei o poder de todos os ímpios, mas o poder dos justos aumentará.
Salmos 75:1-10

Salmo do dia 19

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Fala o Senhor, o Deus supremo; convoca toda a terra, do nascente ao poente.
Desde Sião, perfeita em beleza, Deus resplandece.
Nosso Deus vem! Certamente não ficará calado! À sua frente vai um fogo devorador, e, ao seu redor, uma violenta tempestade.
Ele convoca os altos céus e a terra, para o julgamento do seu povo:
“Ajuntem os que me são fiéis, que, mediante sacrifício, fizeram aliança comigo”.
E os céus proclamam a sua justiça, pois o próprio Deus é o juiz. Pausa
“Ouça, meu povo, pois eu falarei; vou testemunhar contra você, Israel: eu sou Deus, o seu Deus.
Não o acuso pelos seus sacrifícios, nem pelos holocaustos, que você sempre me oferece.
Não tenho necessidade de nenhum novilho dos seus estábulos, nem dos bodes dos seus currais,
pois todos os animais da floresta são meus, como são as cabeças de gado aos milhares nas colinas.
Conheço todas as aves dos montes, e cuido das criaturas do campo.
Se eu tivesse fome, precisaria dizer a você? Pois o mundo é meu, e tudo o que nele existe.
Acaso como carne de touros ou bebo sangue de bodes?
Ofereça a Deus em sacrifício a sua gratidão, cumpra os seus votos para com o Altíssimo,
e clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará. ”
Mas ao ímpio Deus diz: “Que direito você tem de recitar as minhas leis ou de ficar repetindo a minha aliança?
Pois você odeia a minha disciplina e dá as costas às minhas palavras!
Você vê um ladrão, e já se torna seu cúmplice, e com adúlteros se mistura.
Sua boca está cheia de maldade e a sua língua formula a fraude.
Deliberadamente você fala contra o seu irmão e calunia o filho de sua própria mãe.
Ficaria eu calado diante de tudo o que você tem feito? Você pensa que eu sou como você? Mas agora eu o acusarei diretamente, sem omitir coisa alguma.
“Considerem isto, vocês que se esquecem de Deus; caso contrário os despedaçarei, sem que ninguém os livre.
Quem me oferece sua gratidão como sacrifício, honra-me, e eu mostrarei a salvação de Deus ao que anda nos meus caminhos. ”
Salmos 50:1-23

Salmo do dia 12

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona
Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia?
Meu Deus! Eu clamo de dia, mas não respondes; de noite, e não recebo alívio!
Tu, porém, és o Santo, és rei, és o louvor de Israel.
Em ti os nossos antepassados puseram a sua confiança; confiaram, e os livraste.
Clamaram a ti, e foram libertos; em ti confiaram, e não se decepcionaram.
Mas eu sou verme, e não homem, motivo de zombaria e objeto de desprezo do povo.
Caçoam de mim todos os que me vêem; balançando a cabeça, lançam insultos contra mim, dizendo:
“Recorra ao Senhor! Que o Senhor o liberte! Que ele o livre, já que lhe quer bem! ”
Contudo, tu mesmo me tiraste do ventre; deste-me segurança junto ao seio de minha mãe.
Desde que nasci fui entregue a ti; desde o ventre materno és o meu Deus.
Não fiques distante de mim, pois a angústia está perto e não há ninguém que me socorra.
Muitos touros me cercam, sim, rodeiam-me os poderosos de Basã.
Como leão voraz rugindo escancaram a boca contra mim.
Como água me derramei, e todos os meus ossos estão desconjuntados. Meu coração se tornou como cera; derreteu-se no meu íntimo.
Meu vigor secou-se como um caco de barro, e a minha língua gruda no céu da boca; deixaste-me no pó, à beira da morte.
Cães me rodearam! Um bando de homens maus me cercou! Perfuraram minhas mãos e meus pés.
Posso contar todos os meus ossos, mas eles me encaram com desprezo.
Dividiram as minhas roupas entre si, e tiraram sortes pelas minhas vestes.
Tu, porém, Senhor, não fiques distante! Ó minha força, vem logo em meu socorro!
Livra-me da espada, livra a minha vida do ataque dos cães.
Salva-me da boca dos leões, e dos chifres dos bois selvagens. E tu me respondeste.
Proclamarei o teu nome a meus irmãos; na assembléia te louvarei.
Louvem-no, vocês que temem o Senhor! Glorifiquem-no, todos vocês, descendentes de Jacó! Tremam diante dele, todos vocês, descendentes de Israel!
Pois não menosprezou nem repudiou o sofrimento do aflito; não escondeu dele o rosto, mas ouviu o seu grito de socorro.
De ti vem o tema do meu louvor na grande assembléia; na presença dos que te temem cumprirei os meus votos.
Os pobres comerão até ficarem satisfeitos; aqueles que buscam o Senhor o louvarão! Que vocês tenham vida longa!
Todos os confins da terra se lembrarão e se voltarão para o Senhor, e todas as famílias das nações se prostrarão diante dele,
pois do Senhor é o reino; ele governa as nações.
Todos os ricos da terra se banquetearão e o adorarão; haverão de ajoelhar-se diante dele todos os que descem ao pó, cuja vida se esvai.
A posteridade o servirá; gerações futuras ouvirão falar do Senhor,
e a um povo que ainda não nasceu proclamarão seus feitos de justiça, pois ele agiu poderosamente.
Salmos 22:1-31

Salmo do dia 18

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Com os nossos próprios ouvidos ouvimos, ó Deus; os nossos antepassados nos contaram os feitos que realizaste no tempo deles, nos dias da antigüidade.
Com a tua própria mão expulsaste as nações para estabelecer os nossos antepassados; arruinaste povos e fizeste prosperar os nossos antepassados.
Não foi pela espada que conquistaram a terra, nem pela força do braço que alcançaram a vitória; foi pela tua mão direita, pelo teu braço, e pela luz do teu rosto, por causa do teu amor para com eles.
És tu, meu Rei e meu Deus! Tu decretas vitórias para Jacó!
Contigo pomos em fuga os nossos adversários; pelo teu nome pisoteamos os que nos atacam.
Não confio em meu arco, minha espada não me concede a vitória;
mas tu nos concedes a vitória sobre os nossos adversários e humilhas os que nos odeiam.
Em Deus nos gloriamos o tempo todo, e louvaremos o teu nome para sempre. Pausa
Mas agora nos rejeitaste e nos humilhaste; já não sais com os nossos exércitos.
Diante dos nossos adversários fizeste-nos bater em retirada, e os que nos odeiam nos saquearam.
Tu nos entregaste para sermos devorados como ovelhas e nos dispersaste entre as nações.
Vendeste o teu povo por uma ninharia, nada lucrando com a sua venda.
Tu nos fizeste objeto de vergonha dos nossos vizinhos, de zombaria e menosprezo dos que nos rodeiam.
Fizeste de nós um provérbio entre as nações; os povos meneiam a cabeça quando nos vêem.
Sofro humilhação o tempo todo, e o meu rosto está coberto de vergonha
por causa da zombaria dos que me censuram e me provocam, por causa do inimigo, que busca vingança.
Tudo isso aconteceu conosco, sem que nos tivéssemos esquecido de ti, nem tivéssemos traído a tua aliança.
Nossos corações não voltaram atrás, nem os nossos pés se desviaram da tua vereda.
Todavia, tu nos esmagaste e fizeste de nós um covil de chacais e de densas trevas nos cobriste.
Se tivéssemos esquecido o nome do nosso Deus e tivéssemos estendido as nossas mãos a um deus estrangeiro,
Deus não o teria descoberto? Pois ele conhece os segredos do coração!
Contudo, por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro.
Desperta, Senhor! Por que dormes? Levanta-te! Não nos rejeites para sempre.
Por que escondes o teu rosto e esqueces o nosso sofrimento e a nossa aflição?
Fomos humilhados até o pó; nossos corpos se apegam ao chão.
Levanta-te! Socorre-nos! Resgata-nos por causa da tua fidelidade.
Salmos 44:1-26

Salmo do dia 14

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados!
Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia!
Enquanto escondi os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer.
Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; minha força foi se esgotando como em tempo de seca. Pausa
Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: “Confessarei as minhas transgressões ao Senhor”, e tu perdoaste a culpa do meu pecado. Pausa
Portanto, que todos os que são fiéis orem a ti enquanto podes ser encontrado; quando as muitas águas se levantarem, elas não os atingirão.
Tu és o meu abrigo; tu me preservarás das angústias e me cercarás de canções de livramento. Pausa
Eu o instruirei e o ensinarei no caminho que você deve seguir; eu o aconselharei e cuidarei de você.
Não sejam como o cavalo ou o burro, que não têm entendimento mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem.
Muitas são as dores dos ímpios, mas a bondade do Senhor protege quem nele confia.
Alegrem-se no Senhor e exultem, vocês que são justos! Cantem de alegria, todos vocês que são retos de coração!
Salmos 32:1-11

Salmo do dia 17

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Como é feliz aquele que se interessa pelo pobre! O Senhor o livra em tempos de adversidade.
O Senhor o protegerá e preservará a sua vida; ele o fará feliz na terra e não o entregará ao desejo dos seus inimigos.
O Senhor o susterá em seu leito de enfermidade, e da doença o restaurará.
Eu disse: Misericórdia, Senhor, cura-me, pois pequei contra ti.
Os meus inimigos dizem maldosamente a meu respeito: “Quando ele vai morrer? Quando vai desaparecer o seu nome? ”
Sempre que alguém vem visitar-me, fala com falsidade, enche o coração de calúnias e depois sai espalhando-as.
Todos os que me odeiam juntam-se e cochicham contra mim, imaginando que o pior me acontecerá:
“Uma praga terrível o derrubou; está de cama, e jamais se levantará”.
Até o meu melhor amigo, em quem eu confiava e que partilhava do meu pão, voltou-se contra mim.
Mas, tu, Senhor, tem misericórdia de mim; levanta-me, para que eu lhes retribua.
Sei que me queres bem, pois o meu inimigo não triunfa sobre mim.
Por causa da minha integridade me susténs e me pões na tua presença para sempre.
Louvado seja o Senhor, o Deus de Israel, de eternidade a eternidade! Amém e amém!
Salmos 41:1-13

Salmo do dia 16

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Coloquei toda minha esperança no Senhor; ele se inclinou para mim e ouviu o meu grito de socorro.
Ele me tirou de um poço de destruição, de um atoleiro de lama; pôs os meus pés sobre uma rocha e firmou-me num local seguro.
Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor.
Como é feliz o homem que põe no Senhor a sua confiança, e não vai atrás dos orgulhosos, dos que se afastam para seguir deuses falsos!
Senhor meu Deus! Quantas maravilhas tens feito! Não se pode relatar os planos que preparaste para nós! Eu queria proclamá-los e anunciá-los, mas são por demais numerosos!
Sacrifício e oferta não pediste, mas abriste os meus ouvidos; holocaustos e ofertas pelo pecado, não exigiste.
Então eu disse: Aqui estou! No livro está escrito a meu respeito.
Tenho grande alegria em fazer a tua vontade, ó meu Deus; a tua lei está no fundo do meu coração.
Eu proclamo as novas de justiça na grande assembléia; como sabes, Senhor, não fecho os meus lábios.
Não oculto no coração a tua justiça; falo da tua fidelidade e da tua salvação. Não escondo da grande assembléia a tua fidelidade e a tua verdade.
Não me negues a tua misericórdia, Senhor; que o teu amor e a tua verdade sempre me protejam.
Pois incontáveis problemas me cercam e as minhas culpas me alcançaram, e já não consigo ver. Mais numerosos são que os cabelos da minha cabeça, e o meu coração perdeu o ânimo.
Agrada-te, Senhor, em libertar-me; Apressa-te, Senhor, a ajudar-me.
Sejam humilhados e frustrados todos os que procuram tirar-me a vida; retrocedam desprezados os que desejam a minha ruína.
Fiquem chocados com a sua própria desgraça os que zombam de mim.
Mas regozijem-se e alegrem-se em ti todos os que te buscam; digam sempre aqueles que amam a tua salvação: “Grande é o Senhor! ”
Quanto a mim, sou pobre e necessitado, mas o Senhor preocupa-se comigo. Tu és o meu socorro e o meu libertador; meu Deus, não te demores!
Salmos 40:1-17

Salmo do dia 15

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Defende-me, Senhor, dos que me acusam; luta contra os que lutam comigo.
Toma os escudos, o grande e o pequeno; levanta-te e vem socorrer-me.
Empunha a lança e o machado de guerra contra os meus perseguidores. Dize à minha alma: “Eu sou a sua salvação”.
Sejam humilhados e desprezados os que procuram matar-me; retrocedam envergonhados aqueles que tramam a minha ruína.
Que eles sejam como a palha ao vento, quando o anjo do Senhor os expulsar;
seja a vereda deles sombria e escorregadia, quando o anjo do Senhor os perseguir.
Já que, sem motivo, prepararam contra mim uma armadilha oculta e, sem motivo, abriram uma cova para mim,
que a ruína lhes sobrevenha de surpresa: sejam presos pela armadilha que prepararam, caiam na cova que abriram, para a sua própria ruína.
Então a minha alma exultará no Senhor e se regozijará na sua salvação.
Todo o meu ser exclamará: “Quem se compara a ti, Senhor? Tu livras os necessitados daqueles que são mais poderosos do que eles, livras os necessitados e os pobres daqueles que os exploram”.
Testemunhas maldosas enfrentam-me e questionam-me sobre coisas de que nada sei.
Elas me retribuem o bem com o mal e procuram tirar-me a vida.
Contudo, quando estavam doentes, usei vestes de lamento, humilhei-me com jejum e recolhi-me em oração.
Saí vagueando e pranteando, como por um amigo ou por um irmão. Eu me prostrei enlutado, como quem lamenta por sua mãe.
Mas, quando tropecei, eles se reuniram alegres; sem que eu o soubesse, ajuntaram-se para me atacar. Eles me agrediram sem cessar.
Como ímpios caçoando do meu refúgio, rosnaram contra mim.
Senhor, até quando ficarás olhando? Livra-me dos ataques deles, livra a minha vida preciosa desses leões.
Eu te darei graças na grande assembléia; no meio da grande multidão te louvarei.
Não deixes que os meus inimigos traiçoeiros se divirtam à minha custa; não permitas que aqueles que sem razão me odeiam troquem olhares de desprezo.
Não falam pacificamente, mas planejam acusações falsas contra os que vivem tranqüilamente na terra.
Com a boca escancarada, riem de mim e me acusam: “Nós vimos! Sabemos de tudo! ”
Tu viste isso, Senhor! Não fiques calado. Não te afastes de mim, Senhor,
Acorda! Desperta! Faze-me justiça! Defende a minha causa, meu Deus e Senhor.
Senhor, meu Deus, tu és justo; faze-me justiça para que eles não se alegrem à minha custa.
Não deixes que pensem: “Ah! Era isso que queríamos! “, nem que digam: “Acabamos com ele! ”
Sejam humilhados e frustrados todos os que se divertem à custa do meu sofrimento; cubram-se de vergonha e desonra todos os que se acham superiores a mim.
Cantem de alegria e regozijo todos os que desejam ver provada a minha inocência, e sempre repitam: “O Senhor seja engrandecido! Ele tem prazer no bem-estar do seu servo”.
Minha língua proclamará a tua justiça e o teu louvor o dia inteiro.
Salmos 35:1-28

Salmo do dia 13

Permita-me “atrapalhar” sua leitura apenas por alguns segundos: Eu gostaria de saber se você quer experimentar (por 1 mês) estudar a Bíblia capítulo por capítulo com o presbítero André Sanchez, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas profundas e com linguagem simples, de seu computador, tablet ou celular? SE SIM, CLIQUE AQUI e veja como funciona

Atribuam ao Senhor, ó seres celestiais, atribuam ao Senhor glória e força.
Atribuam ao Senhor a glória que o seu nome merece; adorem o Senhor no esplendor do seu santuário.
A voz do Senhor ressoa sobre as águas; o Deus da glória troveja, o Senhor troveja sobre as muitas águas.
A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa.
A voz do Senhor quebra os cedros; o Senhor despedaça os cedros do Líbano.
Ele faz o Líbano saltar como bezerro, o Siriom como novilho selvagem.
A voz do Senhor corta os céus com raios flamejantes.
A voz do Senhor faz tremer o deserto; o Senhor faz tremer o deserto de Cades.
A voz do Senhor retorce os carvalhos e despe as florestas. E no seu templo todos clamam: “Glória! ”
O Senhor assentou-se soberano sobre o dilúvio; o Senhor reina soberano para sempre.
O Senhor dá força ao seu povo; o Senhor dá a seu povo a bênção da paz.
Salmos 29:1-11