As escolhas erradas do presente, moldam o nosso futuro

Ló partiu de Zoar com suas duas filhas e passou a viver nas montanhas, porque tinha medo de permanecer em Zoar. Ele e suas duas filhas ficaram morando numa caverna. Um dia, a filha mais velha disse à mais jovem: Nosso pai já está velho, e não há homens nas redondezas que nos possuam, segundo o costume de toda a terra. Vamos dar vinho a nosso pai e então nos deitaremos com ele para preservar a sua linhagem. Naquela noite, deram vinho ao pai, e a filha mais velha entrou e se deitou com ele. E ele não percebeu quando ela se deitou nem quando se levantou. No dia seguinte a filha mais velha disse à mais nova: Ontem à noite deitei-me com meu pai. Vamos dar-lhe vinho também esta noite, e você se deitará com ele, para que preservemos a linhagem de nosso pai. Então, outra vez deram vinho ao pai naquela noite, e a mais nova foi e se deitou com ele. E ele não percebeu quando ela se deitou nem quando se levantou. Assim, as duas filhas de Ló engravidaram do próprio pai. A mais velha teve um filho e deu-lhe o nome de Moabe; este é o pai dos moabitas de hoje. A mais nova também teve um filho e deu-lhe o nome de Ben-Ami; este é o pai dos amonitas de hoje.
Gênesis 19:30-38

Neste texto vemos um relato triste de um incesto entre um pai e suas duas filhas. Essa é a história de Ló e de seus descendentes. Tudo inicia-se quando ocorre uma briga entre os seus pastores e os do seu tio Abraão. Os dois se separam e Ló decide viver na região de Sodoma e Gomorra, uma região que era conhecida por sua maldade, perversidade e perversão. Deus resolveu destruir toda esta região e livrou Ló e sua família. Porém, sua esposa no caminho resolveu olhar para trás, o que Deus tinha proibido, e virou uma estátua de sal. Com isso, chegamos ao cenário deste texto bíblico, Ló estava com suas duas filhas escondidos em uma caverna, quando a filha mais velha teve a “brilhante” ideia de resolver o problema da descendência do seu querido pai. Ela embriagaria o seu pai e se deitaria com ele em um dia e no outro seria sua irmã mais nova.

Todo esse relato só foi possível devido a escolhas erradas de Ló quando poderia ter escolhido ficar com Abraão ou a própria terra de Canaã, já que sabia que essa era a terra Prometida que Deus tinha dado a seu tio. Vemos ao longo de toda a história de Ló, que escolhas erradas moldaram a sua vida de forma negativa. Primeiro, com a escolha em viver num território tão ímpio, e por viver neste território suas filhas foram contaminadas por ele a ponto de se relacionar com o seu pai. Para elas talvez fosse algo comum, diante do cenário pagão de Sodoma e Gomorra, mas para os filhos de Deus, o incesto é algo muito grave aos seus olhos.

As consequências na vida de Ló não foram apenas no erro grave de suas filhas, mas nos seus descendentes, os moabitas e amonitas que tornaram-se inimigos de Israel por muitas gerações, conforme podemos ver abaixo:

1 – Quando na época de Moisés contrataram Balaão para amaldiçoar Israel – “Os líderes moabitas voltaram a Balaque e lhe disseram: Balaão recusou-se a acompanhar-nos.” Números 22:14

2 – Quando viviam em guerra contra Israel na época dos Juízes – “Naquela ocasião, mataram cerca de dez mil moabitas, todos eles fortes e vigorosos; nem um só homem escapou.” Juízes 3:29

3 – Quando várias vezes enfrentaram o rei Davi e seu poderoso exército – “Davi derrotou também os moabitas, que ficaram sujeitos a ele, pagando-lhe impostos.” 1 Crônicas 18:2

4 – Quando enfrentaram o exército do rei Josafá, um dos bons reis da dinastia Davídica – “Depois disso, os moabitas e os amonitas, com alguns dos meunitas , entraram em guerra contra Josafá.” 2 Crônicas 20:1

Em diversos momentos na história de Israel, vemos a descendência de Ló em guerra contra a descendência do seu tio Abraão, tudo isto só ocorreu devidos as escolhas erradas, primeiro de Ló e segundo de suas filhas. Que esse exemplo sirva para nós, para pedirmos a Deus sabedoria para tomarmos as melhores escolhas diariamente.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 137