Aliança Davídica

Quando a sua vida chegar ao fim e você se juntar aos seus antepassados, escolherei um dos seus filhos para sucedê-lo, e eu estabelecerei o reino dele. É ele que vai construir um templo para mim, e eu firmarei o trono dele para sempre. Eu serei seu pai, e ele será meu filho. Nunca retirarei dele o meu amor, como retirei de Saul. Eu o farei líder do meu povo e do meu reino para sempre; seu reinado será estabelecido para sempre.
1 Crônicas 17:11-14

A sexta aliança que iremos estudar é a aliança Davídica, esta aliança refere-se às promessas de Deus a Davi através do profeta Natã e é encontrada em 2 Samuel 7 e depois resumida em 1 Crônicas 17:11-14 e 2 Crônicas 6:16. Esta é uma aliança incondicional feita entre Deus e Davi, através da qual Deus promete a Davi e a Israel que o Messias viria da linhagem de Davi e da tribo de Judá e estabeleceria um reino que duraria para sempre. A aliança davídica é incondicional porque Deus não coloca condições de obediência em sua realização. A garantia das promessas feitas depende exclusivamente da fidelidade de Deus e não da obediência de Davi ou de Israel.

Se a aliança Abraâmica prometeu aos israelitas uma terra, a aliança davídica prometeu a Davi e ao povo de Israel um trono e uma descendência real. De fato, essa aliança foi cumprida, vemos que a partir de Davi, o trono não apartou-se de Israel e nem da tribo de Judá, até o cativeiro Babilônico. Podemos até pensar que no cativeiro essa promessa foi quebrada, mas não, Deus novamente levanta o profeta Daniel e Jeremias para falar com o povo que a sua promessa se cumpriria, o que ocorreu quando Jesus nasceu.

Existem vários outros versículos que falam sobre essa aliança, por exemplo:

Tu disseste: Fiz aliança com o meu escolhido, jurei ao meu servo Davi: Estabelecerei a tua linhagem para sempre e firmarei o teu trono por todas as gerações.
Salmos 89:3-4

Dias virão, declara o Senhor, em que levantarei para Davi um Renovo justo, um rei que reinará com sabedoria e fará o que é justo e certo na terra.
Jeremias 23:5

Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi.
Lucas 1:32

O fato de que Deus o ressuscitou dos mortos, para que nunca entrasse em decomposição, é declarado nestas palavras: Eu dou a vocês as santas e fiéis bênçãos prometidas a Davi.
Atos 13:34

A promessa de que a casa, o reino e o trono de Davi serão estabelecidos para sempre é significativa porque mostra que o Messias virá da linhagem de Davi e estabelecerá um reino que Ele mesmo reinará e este Reino será eterno e inabalável. Não há nada melhor do que crer nas promessas de Deus, principalmente quando essas promessas nos revela uma alegria vindoura que há de vir quando o Messias vier, agora já não mais como o Salvador de uma nação, mas como um juiz que vem para julgar o mundo e levar os seus para a sua habitação.

Compartilhe este conteúdo em suas redes sócias:
Imagem padrão
Sérgio Luiz

Apaixonado por teologia e pela bíblia. Pós-graduado em Estudos Bíblicos do Novo Testamento pela universidade Unicesumar. Coordenador e professor da rede de ensino de sua igreja local.

Artigos: 126